Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 319
Data:
30/11/2002
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1374603 vezes
» Índice
» Autos
Motores colossais  

» Turismo
O triângulo delirante de Dali
» Luxo
O refúgio do estilista  
Giorgio Armani  

» Editorial
Entre o sonho e a realidade
» Turisnotas
O Blue Tree Tower Brasília, único resort urbano do país, oferece pacotes por preços imbatíveis
» Passarela
A jornalista Alexandra Isensee passeia pelos mais importantes acontecimentos da sociedade soteropolitana
» Boca Miuda
No Estado da Bahia, a quebra de respeito a algumas leis é um flagrante atentado à cidadania
Autos

Se existissem automóveis em Krypton, local imaginário de onde veio o Super-Homem, os habitantes desse planeta se deslocariam em carros feitos sob medida: com motores de potência fulminante e de aceleração ultra-rápida. Como os corações que animam Bugattis, Ferraris, Lamborghinis ou Porsches. Para a maioria dos habitantes da Terra, ser proprietário de um destes veículos do outro mundo é algo inatingível. Só mesmo um punhado de eleitos pode ser dar ao luxo de abrir a porta de uma destas poderosas e exclusivas máquinas e dar asas ao sonho de... voar baixinho. Mas, ao contrário do que se possa pensar, para chegar a monstros da estrada como um Bugatti EB Veyron não basta ter uma conta bancária muito generosa. O novo Ferrari – o Enzo – custa 600 mil dólares (produção limitada a 349 exemplares) e só será vendido aos que já tenham na sua garagem alguns modelos do cavallino. A marca de Maranello adianta que, para esses privilegiados, os bancos deste modelo serão feitos sob medida.  
Arte sobre rodas – Qualquer Bugatti, Ferrari, Lamborghini ou Porsche que se preze é dominado por um motor colossal capaz de devorar a própria velocidade. E mesmo se você for dos que teimam em achar que um motor de um Viper SRT-10 ou de um Ferrari Enzo obedece ao mesmo princípio que o primitivo Ford T de 20 cv (motor de quatro tempos, um invento que tem já 125 anos), as fervorosas legiões de adoradores destes carros atestam que há ali algo mais: uma magia especial, cujo segredo reside no trabalho de engenheiros e designers que, pela forma como esculpem diferentes materiais, marcam a diferença, criando autênticas obras de arte sobre rodas. Quer se goste, quer não. Alguém se atreve a questionar o valor de um Picasso ou de um Rembrandt? Pois é...  
 
Bugatti EB Veyron  
A ressureição de um rei de 1001 cavalos  
É quase bom ser atrevido e dizer que os super esportivos Porsche Carrera GT e outros Mercedes-McLaren SLR têm um ar modesto diante do imponente Bugatti Veyron. O modelo representa a ressurreição da marca, agora nas mãos da VW, que anuncia para o fim de 2003 o início da sua comercialização. Sob o capô do Veyron esconde-se um motor W16, cujos quatro turbos conseguem uma potência de 1.001 cavalos, que nenhum outro carro de série ousou até hoje ostentar. Apesar de não haver preços anunciados, há notícias que dão conta de que este esportivo custará um milhão de dólares.  
 
Chrysler Viper SRT-10  
Poder americano em estado puro  
Doze anos depois da apresentação do concept car RT-10 e após uma versão cupê comercializada em 1992 e um cupê GTS lançado em 1996, a Chrysler revelou no início do ano no Salão de Detroit o terceiro capítulo deste modelo. E força não lhe falta: 500 cv, 8.300 cc e 354 km/h de velocidade de ponta. Para os engenheiros americanos a dificuldade maior foi alojar este enorme coração. É que o bloco do potente motor V10 deste Viper (que será vendido nos EUA sob a marca Dodge e na Europa sob a marca Chrysler, caso chegue lá, o que ainda é uma incógnita) é o mesmo que move a pick-up Dodge Ram, uma viatura utilitária de enormes dimensões que tem tudo para se aproximar de um caminhão!  
 
Porsche 911 GT2  
O mais potente Porsche de sempre  
O GT2 é a resposta da Porsche aos seus clientes mais caprichosos e sedentos de emoção e elevado desempenho. O veículo é mesmo o modelo mais potente de toda a história da marca alemã sediada em Stuttgart. O seu motor é um 3.600 cc, tem 462 cavalos de potência, uma velocidade máxima estimada em 315 km/h e uma aceleração de zero aos 100 km/h em somente 4,1 segundos. O coração do GT2 é uma estrutura em 6 cilindros que incorpora o “Variocam Plus”, um sistema de distribuição variável que controla a abertura e o fechamento das válvulas em função do funcionamento do motor. Diga-se ainda que o GT2 é também o primeiro carro de série a utilizar os tipicamente esportivos freios a discos ventilados em cerâmica.  
Volkswagen Phaenton  
O diesel mais potente  
do mercado  
A VW decidiu concorrer de igual para igual com o BMW série 7 e Mercedes Classe S, produzindo um novo modelo, o Phaeton. Com 5,10 metros de comprimento e 2,3 toneladas de peso, esta limousine é motorizada por um W12 de 5.998 cc (dois VR6 acoplados) de 420 cv que leva este topo de linha a atingir os 285 km/h . Mas a versão mais aguardada é o Diesel V10 Tdi de 4.921 cc que fará o Phaeton ostentar o título de o mais rápido (250km/h de velocidade máxima, um valor que não está limitado de origem) e potente turbo-diesel (310 cv) à venda.  
 
O Fórmula 1 de série  
660 cavalos é a carta de apresentação do Enzo Ferrari,  
o último cavallino  
O Enzo é a última cartada da Ferrari. É uma espécie de Fórmula 1 de série, pois nasceu da experiência dos engenheiros da escuderia da Ferrari F1 e foi afinado com a ajuda do pentacampeão do mundo, Michael Schumacher. O carro foi apresentado pela primeira vez ao público em Paris, de 28 de setembro a 13 de outubro, e constitui uma ode ao espírito da marca e seu fundador (evidenciado no nome do modelo). Terá um motor de 12 cilindros em V, de 5.998 cc e 660 cv, capaz de atingir os 350 km/h. Seu preço está estimado em 600 mil dólares.  
 
Lamborghini Murciélago  
O lado mais selvagem dos esportivos italianos  
Primeiro foi o Miura, depois o Diablo e agora o Murciélago. O fabricante italiano Lamborghini não nega a sua vocação selvagem. O novo modelo da marca do touro é o primeiro a ser lançado após a aquisição pela Audi, e mantém um chassis tubular em aço com a adoção de placas de fibra de carbono, tendo o motor 580 cv de potência. O sistema de admissão de geometria variável, que ajusta a amplitude da conduta de admissão da válvula para aproveitar o ar remanescente, permite-lhe desenvolver 330 km/h e fazer de zero a 100 km/h em 3,8 segundos. Um dos aspectos interessantes do Murciélago é que quando o carro atinge os 130 km/h duas pequenas asas laterais situadas na parte posterior abrem-se, formando um ângulo de 50º para melhorar a refrigeração do motor. A 220 km/h, esse ângulo passa a 70º, dando a clara impressão de que o carro está levantando vôo.  
 

  
Existem para ser sonhados, têm 500 cavalos e atingem os 300 km/h. São motores do outro mundo

10 cilindros em V – A disposição dos cilindros em 90º (em V) permite incrementar a potência do motor

Cilindrada: 7.300 cc

16 cilindros em W – Dois pares de 8 cilindros em V são necessários para desenvolver 1.001 cv de potência!

Porsche 911 GT2

O “Variocam Plus” vai aumentar o débito de potência por cilindro

As inovadoras cabeças dos cilindros exponenciam a capacidade de ar em cada cilindro

Volkswagen Phaenton O diesel mais potente do mercado

O “Super-TDI” – O segredo da potência do motor V10 TDI de 4.921 cc do Phaeton reside na injeção direta de alta pressão desenvolvida pela Volkswagen

Schumacher, campeão mundial de F1, ajudou na criação do Enzo



A aerodinâmica do Enzo inspira-se na experiência da Ferrari na F1, onde é campeã do mundo

Lamborghini Murciélago

Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.