Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 291
Data:
30/9/2001
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1374557 vezes
» Índice
» EDITORIAL
E agora?
» TURISMO
Sierra Nevada A magia da neve
» TURISNOTAS
Espaços deslumbrantes e o supra-sumo do luxo fazem do Burj Al Arab o único hotel sete estrelas do mundo
» SOCIAL LIGHT
Jorge Gerdau Johannpeter e Josinha Pacheco fazem festas concorridas em Salvador
» TRIANGULO
A vitória de ACM
» BOCA MIUDA
Hartung diz para Luiz Paulo que denúncias de irregularidades na prefeitura já estão pegando mal
BOCA MIUDA

Discussão em palácio  
 
Teria havido, segundo pessoas muito próximas ao poder municipal, uma ríspida discussão entre o senador Paulo Hartung e o prefeito Luiz Paulo, no gabinete do chefe do Executivo de Vitória.  
Hartung procurou o prefeito para dizer-lhe que já estavam pegando mal lá fora as denúncias de irregularidades em contratos na prefeitura, principalmente em relação ao lixo.  
E Luiz Paulo teria dito: E você me defende? Porque quando alguém fala mal de você aqui eu te defendo...; PH apenas se calou.  
 
Comendadores  
 
No último dia 13 de setembro, a Câmara Municipal de Vitória, em Sessão Solene, fez a entrega de vários títulos de Cidadão Vitoriense e outorga da Comenda Egídio Coser. Nas fotos, o presidente da CMV, Ademar Rocha, acompanhado da esposa Carminha Rocha, entrega a Comenda ao empresário Joaquim Carlette, da Viação Sudeste. Na sequência, o vereador Toninho Loureiro homenageia o desembargador Alemer Ferraz Moulin, e o vereador Aloísio Varejão homenageia o diretor-geral da CMV, Eliezer Gratz, com o título de Cidadão Vitoriense.  
 
...Fátima Caldas, executiva de contas  
 
Depois de concluir os cursos de Artes Plásticas, na Universidade Federal da Bahia, e de Economia, na Universidade Católica de Salvador, e comandar os negócios da família em quatro locadoras de vídeo em Salvador e nas fazendas de cacau, foi na área comercial que a contato publicitária, Fátima Caldas, encontrou de fato sua verdadeira vocação.  
Em 1997, como que por acaso, atendendo uma sugestão de uma amiga, aventurou uma vaga na assessoria de marketing da Editora Brasileira de Guias Especiais. E deu certo. Como primeira experiência, passou a atuar na equipe de vendas de anúncios do livro Sociedade Baiana, da empresária Margarida Luz, um dos mais conceituados no segmento social baiano.  
Durante quatro edições anuais, colaborou com a publicação, fechando sólidos contratos com empresas de peso. Este trabalho lhe rendeu várias premiações, destacando-se campeã de vendas em anúncios, e um vasto conhecimento na área comercial, estimulando o interesse e penetração na área de marketing.  
Nesta época, Fátima Caldas também fez parte da equipe comercial do guia SOS Médicos, editado pela Brasileira de Guias Especiais, e da revista Maison Júlio César Habib.  
Fátima iniciou este mês na revista VidaBrasil como executiva de contas.  
 
Perda considerável  
 
Quando o fim do mês chegar, o governo perde um colaborador que foi o maior responsável pela solução da chamada CPI da Propina e pelo engavetamento do pedido de impeachment do governador José Ignácio Ferreira.  
A Casa Civil será desocupada pela equipe de Marcus Vicente, que voltará ao seu mandato de deputado federal, agora pelo PMDB.  
Para Marcus, sua missão específica ao assumir a até então esvaziada pasta já está cumprida e está na hora de cuidar de sua reeleição.  
 
Sem continência  
 
O general de pijama – isto é, da reserva – Luiz Edmundo ficou todo animado quando convidado a assumir a Secretaria de Segurança do Estado. Mas pisou na bola quando, num encontro com o grupo de oficiais que elaborou o Programa de Planejamento de Segurança (Pro-pas) do governo, ficou chamando coronéis e majores de “meninos”.  
Logo o pessoal da Polícia Militar percebeu que o general não aceitaria que o grupo continuasse a comandar sua criação e, num encontro privado com o governador, colocou: ou ele ou nós.  
Como José Ignácio de bobo não tem nada, tratou de conservar uma das poucas coisas boas que seu governo fez: ficou com os jovens oficiais da PM.  
 
Problema de imagem  
 
Não há quem não saia do Espírito Santo hoje e não tenha que passar vergonha lá fora.  
A única coisa que hoje se fala do Estado, em qualquer lugar do país, é sobre a crise do governo.  
Há duas fontes responsáveis por isso: o próprio governo, que relaxou nos seus instrumentos de controle, e o grupo político interessado em tirar proveito da situação, mesmo que às custas de transformar o Estado em motivo de chacota.

  
prefeito Luiz Paulo

senador Paulo Hartung

o vereador Toninho Loureiro homenageia o desembargador Alemer Ferraz Moulin

o vereador Aloísio Varejão homenageia o diretor-geral da CMV, Eliezer Gratz, com o título de Cidadão Vitoriense

...Fátima Caldas, executiva de contas

o presidente da CMV, Ademar Rocha, acompanhado da esposa Carminha Rocha, entrega a Comenda ao empresário Joaquim Carlette, da Viação Sudest

Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.