Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 289
Data:
31/8/2001
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1374534 vezes
» Índice
» FROM BRASILIA
HOMENAGEM AOS GURGULINO
» TURISNOTAS
O Hotel Transamérica São Paulo está dando mais um passo para confirmar sua posição de liderança no segmento de eventos.
» MOMENTO
Momento muito especial para  
a família Nielsen  

» SOCIAL
Ana Luíza Sandro
» AUTOS
TOP MODEL
» BOCA MIUDA
Forra da sacola
» Editorial
...E a Caravana passa
TURISNOTAS

DE VOLTA  
 
Acaba de assumir a gerência de vendas da Vasp, em Brasília, o cearense Ricardo Cavalcanti (foto). 44 anos, nascido em Fortaleza, o novo gerente de vendas na capital federal trabalha na aviação há 17 anos, tendo iniciado sua carreira na Transbrasil como comissário de bordo, atuando depois como supervisor de aeroporto, chegando, naquela empresa, à posição de gerente de vendas. Após ter deixado a Transbrasil, Ricardo abriu sua própria empresa atuando em outro setor. Agora, após seis anos como empresário, foi convidado pela Vasp a retornar para o mundo da aviação e turismo e a assumir o cargo de gerente de vendas da companhia na capital federal. Está entusiasmado com o novo posto de trabalho: “E pela receptividade que tive, já me sinto ‘vaspiano’ desde o primeiro dia. Tenho muitas expectativas e entre elas quero tentar dobrar, triplicar, enfim, aumentar em muito as vendas na base de Brasília” – afirma Ricardo, otimista. “Fui muito bem recebido pelo vice-presidente Rodolfo Canhedo, pelos diretores e por todos aqui da minha equipe, e quero que eles tenham a certeza de que fizeram a escolha certa” –, finaliza Ricardo, encantado com o novo desafio de sua carreira, agora renovada.  
 
PESSOAS  
 
O presidente da Infraero, Fernando Perrone, recebeu ontem, na Universidade Metodista de Piracicaba, no interior de São Paulo, o título de Ferroviarista Emérito, pelos relevantes serviços prestados à época em que trabalhou no BNDES, pela preservação e revitalização do transporte sobre trilhos no país.  
 
 
A MECA DOS EVENTOS  
 
O Hotel Transamérica São Paulo, que foi o primeiro hotel a se instalar na zona sul da capital por apostar no potencial da região, agora está dando mais um passo para confirmar sua posição de liderança no segmento de eventos. Com a inauguração do Transamérica Expo Center, no final deste mês, forma- se o mais completo complexo de negócios da cidade.  
Desde a concepção do hotel, há mais de 15 anos, o objetivo era investir nesse segmento, o que o levou a ter o maior espaço para convenções unido à hotelaria da capital paulista, com 23 salas de diferentes tamanhos, onde circulam em média 1.500 pessoas diariamente. Anos depois, o teatro Alfa se uniu a essa infra-estrutura com um grande auditório de 1.200 lugares.  
Para completar o complexo, surge o Transamérica Expo Center, que vai abrigar feiras e exposições em 22 mil metros quadrados. Um dos diferenciais deste projeto é ter sido idealizado unicamente para atender a esse negócio. O empreendimento dispõe de alta tecnologia, como ar condicionado central, 20 mil pontos para telefones, acesso à internet em banda larga, além de estar apto a abrigar exposições de grandes equipamentos, já que o piso suporta duas toneladas por metro quadrado.  
Em função do novo espaço, o Hotel Transamérica prevê um aumento no fluxo de pessoas em suas dependências, agregando valor à hotelaria. É por isso que está investindo R$ 6 milhões para ampliar sua área gastronômica, que passa a ter capacidade para até 800 pessoas e ganha mais agilidade. Dessa forma, aparata ainda mais seu centro de convenções, foco principal do empreendimento, e se prepara para a demanda do TEC, estimada em 150 mil couverts ao ano.  
O hotel também terá uma sala vip no expo center para uso exclusivo dos seus clientes, que terão à disposição um business center com computador, fax e secretária bilingüe, além de poderem efetuar o check-in e check-out no próprio local e terem o traslado hotel/ TEC/ hotel. Um balcão da TAM permitirá que os procedimentos do aeroporto sejam antecipados.  
Tamanho interesse pela área de eventos se explica pela perfomance do hotel nesse campo. O Transamérica Expo Center recebe, na sua abertura, a Fisa 2001, a mais importante feira de alimentos da América Latina. “O objetivo do Transamérica é ser fiel a essa vocação, oferecendo o maior espaço para convenção aliado a serviços de qualidade, conforto e facilidades aos hóspedes e visitantes do Complexo Transamérica de Eventos”, resume Paulo César Bertero (foto), diretor dos Hotéis Transamérica.  
 
Líder & Accor & Mercure & MG  
 
A Construtora Líder acaba de concluir um investimento de R$ 31 milhões no primeiro hotel Mercure de Minas Gerais. Situado na av. do Contorno, entre as ruas Paulo Afonso e Joaquim Murtinho, o hotel coloca no mercado 384 apartamentos de categoria superior, em um complexo de hospedagem, eventos e estacionamento que é o maior de Minas Gerais. Com o Mercure, a Líder totaliza R$ 122 milhões em negócios no segmento hoteleiro, ou 1.387 unidades, incluindo outros dois empreendimentos em Belo Horizonte (um inaugurado e outro em construção), mais dois em Brasília, ambos em fase de finalização.  
Maior complexo de hospedagem, eventos e estacionamento de Minas Gerais, o Mercure Apartments foi todo desenvolvido para atender ao turismo de negócios, cujo foco é diferente do turismo de lazer, demandando equipamentos específicos. Reúne 384 apartamentos, estacionamento com 361 vagas e capacidade para até 1.500 veículos por dia, além de uma área de eventos que ancora o conjunto.  
Com 3 mil metros quadrados e capacidade para 3 mil pessoas, em até cinco eventos simultâneos, a área de convenções e eventos possui auditório com foyer, área descoberta para feiras e exposições, nove salões multiuso (sendo seis com divisórias móveis), business center equipado, oito escritórios, duas salas de reuniões, duas salas vip, sala de imprensa e “sala de espelho” para pesquisas de mercado, além de estacionamento especial para até quatro ônibus.  
O foco no hóspede executivo está presente também na área de lazer, cujos equipamentos - restaurante com piano (aberto também para o público), piscina aquecida, salas de ginástica, saunas, lobby-bar, etc. - priorizam o descanso e o relaxamento.  
Nos apartamentos, o usuário conta com estação de trabalho para conexão de laptop e acesso direto à Internet. O projeto ainda reservou quatro unidades especiais para deficientes físicos, além de três andares para não-fumantes (63 apartamentos), sendo um para alérgicos (21 apartamentos). Nas fotos, flagrantes da inauguração, que contou com a presença do ministro Carlos Melles.  
 
PREMONIÇÃO  
 
“Eu considero a Varig aquele gato gordo, deitado no sofá. Passa um ratinho magro e ele nem olha. E o gatinho magrinho que está por ali, passa o ratinho, e ele corre atrás, já pega aquela comidinha. Eu acho que a Varig é aquele gato gordo da aviação.” Frase do presidente da Vasp, Wagner Canhedo, em entrevista concedida a VidaBrasil, edição 162, em maio de 1996. Parece que o homem estava adivinhando as turbulências pelas quais iria passar a aviação rio-grandense.  
 
FROTA PRÓPRIA  
 
Segundo o DAC, 2,7 milhões de passageiros utilizaram os serviços das companhias aéreas no Brasil no mês de julho, um número 12,9% maior do que o registrado no mesmo mês do ano passado. A alta do dólar, entretanto, continua prejudicando os resultados financeiros das companhias, menos da Vasp, que possui frota própria e não paga leasing. Entretanto, o alto custo dos combustíveis e das peças de reposição continua sendo um problema que atinge a todas, sem distinção.  
 
ECT & TRANSBRASIL  
 
Os dirigentes da ECT foram intimados a pagar R$ 3 milhões à Transbrasil pelo transporte de malotes e correspondências no período de julho de 2000 e julho de 2001, independentemente da apresentação pela companhia aérea de certidão negativa de débitos junto ao INSS. Sentença a respeito foi exarada pela juíza Maria de Fátima de Paula Pessoa Costa, do Tribunal Federal Regional do Distrito Federal. Os dirigentes da ECT podem pagar multas e serem presos se não cumprirem a determinação. A ECT, entretanto, assegura que vai recorrer da decisão da juíza.  
 
SUSTO  
 
Uma aeronave do tipo 145 Jet Class da empresa Rio Sul aterrissou por engano na pista do antigo aeroporto de Maringá, no Paraná. O avião, que fazia a linha São Paulo, Londrina e Maringá, tão logo tocou o solo, arremeteu e decolou, levando seus passageiros para o novo aeroporto regional local. O velho aeroporto está desativado há três meses e pilotos de kart treinavam no local. Felizmente, ninguém ficou ferido, nem a bordo nem no solo, resumindo-se tudo em um grande susto para os envolvidos.  
 
MUDANDO TUDO  
 
A Rio Sul está estudando a desistência das opções que possui relativas ao modelo Jet Class da Embraer, optando por padronizar sua frota com aeronaves da Boeing, na faixa dos 100 a 120 lugares. Aliás, a subsidiária está mudando tudo. Infelizmente, nem sempre para melhor. Uma pena!  
 
TRÊS  
 
O aeroporto internacional de Belém recebeu mais três novas pontes de embarque, que já estão sendo instaladas pela Infraero. Os testes para verificar o funcionamento dos equipamentos já começaram. A Infraero investiu mais de dois milhões de reais na aquisição das novas pontes.  
 
CONCORDE  
 
Os fabricantes do Concorde pediram autorização às autoridades britânicas e francesas para o reinício das operações comerciais com o supersônico. O consórcio - empresas EADS e BAE Systems, reunidas na Airbus SAS - trocou o modelo dos pneus e reforçou o tanque de combustível do Concorde e afirmam que ele está pronto para retomar suas operações comerciais normais, com toda segurança.  
 
VOLTA  
 
Um dirigível do tipo zeppelin acaba de fazer sua primeira viagem comercial desde a explosão em Hindenburg, em 1937. Cerca de 60 pessoas participaram de circuitos turísticos de zeppelin sobre o lago Constance, ao sul da cidade alemã de Friedrichshafen. Oliver Schuetz, chefe de marketing da Deutsche Zeppelin Reederei - organizadora do evento -, afirmou que o primeiro vôo comercial do novo zeppelin foi um completo êxito. VidaBrasil trouxe matéria sobre o retorno do Zeppelin na sua edição 281 de 04/01.  
 

  
Ricardo Cavalcanti Gerente da vasp

Fernando Perrone

O teatro Alfa, com 1.500 assentos, é um dos melhores de São Paulo

Das elegantes torres do hotel Transamérica na foto acima, até o Expo Center, uma distância de pouco mais de 200 metros





A bela fachada do hotel e um detalhe do elegante Coffe Shop

Ministro Carlos Melles, empresária Liliane Hermeto, presidente da Arcor para o Brasil, Roland de Bonadona, e o gerente do Mercure BH, Maarten Van Sluys



PCO, Scheila e Carlos Carneiro Costa

Ministro Carlos Melles, empresária Liliane Hermeto, presidente da Arcor para o Brasil, Roland de Bonadona, e o gerente do Mercure BH, Maarten Van Sluys

Liliane entre Eduardo Hermeto e Tânia Sales

Tin-tin: Celso Mathias e Paulo César Boechat

Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.