Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 306
Data:
15/5/2002
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1373487 vezes
» Índice
» Editorial
Entre o real e o imaginário
» Autos
Bentley Arnage Red Label: motor, suspensão, câmbio e freios controlados por computador
» Momento
Kátia e Ruy Sampaio curtindo o agradável Villa Gourmet, restaurante comandado pela filha Flávia
» Turisnotas
Brasileiros bem sucedidos em New York, dirigem o Alphabet Kitchen, restaurante da moda
» Boca Miuda
Papo ao vinho
» Triangulo
Na inauguração da expansão do Shopping Vitória, Américo Buaiz Filho recebe a Comenda Jerônimo Monteiro
Autos

o Arnage oferece-se a uma minuciosa contemplação, sem que os olhos se distraiam ou aborreçam. Basta explicar a forma como é pintado: a superfície da sua carroceria monobloco com 6.500 pontos da solda é polida à mão, acrescentando-se depois 27 camadas de tinta e 10 de tratamento anticorrosão, num recinto mergulhado em luz, sem poeira ou outras impurezas. Depois, volta a ser polido, em dez longas horas. O resultado é uma superfície tão suave que a palavra “suave” deixa de ser adjetivo, para passar a ser substantivo: a pintura faz saltar em cada detalhe mais uma dimensão, como se fosse o espelho da alma do carro. Por ser pensado para uma pessoa, os seus componentes são naturalmente escolhidos pelo futuro dono, que pode entregar-se à composição de uma obra que também é sua. E, apesar da fama tradicionalista do Bentley, o motor, a suspensão, a transmissão e os freios são controlados por computador, havendo ainda um receptor de satélite para facilitar a sua orientação. O labor com que é executado, no esmero dos acabamentos, sublinha ainda mais os defeitos do ser humano. É que o Arnage reflete o que podia ser um indivíduo perfeito



Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.